Carros com GNV são mais perigosos? Saiba quais cuidados devemos ter? - Combustível Legal
Motor

Carros com GNV são mais perigosos? Saiba quais cuidados devemos ter?

Publicado em 05/12/2018 por Redação

Diante desse cenário, José Roberto Manhães, coordenador de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA) da Raízen, salienta: o GNV não é um combustível mais ou menos arriscado do que nenhum outro. Na verdade, o grande causador dos acidentes que o envolvem é justamente a habitual negligência do ser humano, sobretudo quanto à manutenção do kit de gás.

“É preciso se informar no momento da instalação sobre a periodicidade da revisão do equipamento. Também é muito perigoso o uso de materiais que não são condizentes com veículos, como adaptações em outros tipos de cilindro, ou o uso de botijões de gás de cozinha”, lembra o especialista.

Cuidados na hora de abastecer

Manhães enumera uma série de cuidados na hora de abastecer: “sempre recomendamos que todos os passageiros saiam do veículo. Fazemos isso porque, em casos de emergência, as pessoas que estão dentro ficam muito mais expostas do que no abastecimento com combustíveis líquidos”, aponta.

Segundo ele explica, isso se deve à natureza e ao posicionamento do tanque: “os vapores de combustível (líquidos) são mais pesados do que o ar e, desta forma, tendem a descer, em vez de entrar no veículo. Isso é diferente do GNV, no qual o cilindro, em sua grande maioria, se encontra dentro do veículo. Sendo assim, o vapor não se dissipa pela atmosfera e permanece dentro do automóvel”, alerta.

Outro ponto importante é como proceder em caso de vazamento, ou qualquer outro tipo de emergência. Sobre isso, o especialista é taxativo: além de alertar para que todos os ocupantes saiam do carro, eles devem dirigir-se à parte frontal do veículo e afastar-se o máximo possível dele. “O kit gás fica geralmente na parte traseira, no porta-malas. Isso faz com que qualquer explosão seja direcionada para trás do automóvel”.

Sendo assim, na hora de abastecer o seu carro movido a GNV, seguir essas pequenas medidas pode fazer uma grande diferença na sua segurança e na de sua família. Além disso, fique sempre atento às normas estampadas nos postos e, principalmente, às revisões exigidas para o perfeito funcionamento do seu kit gás.